Qual a importância dos programas de acompanhamento de aparelho auditivo após comprá-lo?

Adicionar

A adaptação ao aparelho auditivo não acontecerá do dia para noite, pois como o cérebro perdeu o estímulo sonoro, ele precisa de um tempo para adaptar-se novamente. Nesse momento, a persistência é fundamental para garantir o sucesso da reabilitação auditiva.

Para ajudá-lo nessa missão, é possível contar com um programa de acompanhamento de aparelhos auditivos, no qual o paciente passará por algumas consultas com o fonoaudiólogo para que o aparelho seja regulado e para que o paciente possa receber as orientações adequadas sobre os cuidados que precisam ser tomados.

Para que você possa entender mais sobre o assunto, escrevemos este artigo para mostrar como o programa de acompanhamento de aparelhos auditivos funciona e qual é sua importância para o paciente. Acompanhe!

Como funciona o programa de acompanhamento de aparelhos auditivos?

Tudo dependerá do exame de audiometria realizado no paciente. Nesse momento, o aparelho será selecionado de acordo com o que o paciente deseja, com o objetivo de atender por completo a perda auditiva dele.

A adaptação é feita de acordo com a perda de cada pessoa, ou seja, é personalizada. O paciente normalmente passará por alguns testes. Depois disso ele vai para casa, experimenta o aparelho por alguns dias e volta para realizar a compra.

Durante esse período, ele pode trocar o aparelho por outro, a fim de ter uma nova experiência. Na verdade, esse processo funciona como um test drive, pois é possível testar mais de um aparelho.

Após a compra, será necessário que o paciente faça um retorno inicial de teste (pode ser de 30 dias ou de 15, dependendo dos casos) para realizar ajustes, verificar se é preciso melhorar alguma coisa e dar um retoque final.

Após o fechamento, algumas empresas especializadas em reabilitação auditiva oferecem um programa de acompanhamento de aparelhos auditivos.

Inicialmente, a equipe avalia se a pessoa está tendo um tempo de uso efetivo do aparelho — que corresponde a, no mínimo, 8 horas por dia. Na sequência, é avaliada a necessidade de ajuste e se é preciso aumentar ou mudar a programação. Depois de tudo isso, o ouvido do paciente é verificado — se houver um acúmulo de cera, é recomendado voltar ao otorrino, pois esse é um fator que atrapalha na audição.

Qual é o tempo de duração do programa?

Conforme mencionado, a adaptação costuma ser lenta, mas os resultados normalmente são obtidos após um ano de acompanhamento. Vale ressaltar que os ajustes serão realizados ao longo do programa, pois eles facilitam a adaptação ao aparelho auditivo.

Também não podemos esquecer da importância que há em usar o aparelho várias horas por dia, porque quanto mais tempo o paciente utilizá-lo, mais satisfeito ele ficará com os resultados.

Qual é o objetivo dos programas de acompanhamento?

O maior objetivo é garantir a satisfação do paciente, mas para isso é importante que ele providencie todos os agendamentos e esteja sempre presente nas consultas. Por meio dessas ações, o paciente ficará mais contente, pois terá um atendimento atualizado, oferecendo a regulagem necessária para que ele se adapte o mais rapidamente possível.

Nesse momento, o apoio dos familiares e amigos é muito importante para garantir o sucesso da adaptação, pois eles motivarão a pessoa que sofre com a perda auditiva a realizar todos os procedimentos indicados pelo fonoaudiólogo.

Qual é a importância do acompanhamento após a aquisição do aparelho auditivo?

Cada paciente tem suas necessidades específicas e um estilo de vida diferente. Nesse sentido, o acompanhamento pós-aquisição é fundamental para garantir que ele não terá nenhuma dificuldade ao utilizar o aparelho auditivo e para assegurar que a sua qualidade de vida realmente será beneficiada.

Assim sendo, com a ajuda de fonoaudiólogos experientes, o paciente poderá tirar todas as suas dúvidas e realizar os ajustes necessários para se certificar de que ele poderá voltar a realizar suas atividades rotineiras sem precisar da ajuda de terceiros.

A família deve ser envolvida nesse processo? Como?

Depende muito do paciente. Quando nos referimos a jovens adultos, o acompanhante nem sempre faz muita diferença. Em caso de paciente idoso, quando os filhos estão envolvidos, o acompanhamento é essencial, visto que o paciente é quem percebe toda a melhora e o benefício do aparelho, mas a família, quando envolvida, consegue entender melhor o processo, ver o que está acontecendo, dar o suporte, informar se ele está resistente, se tem dúvidas etc.

Percebeu a importância do programa de acompanhamento de aparelhos auditivos? Ele é essencial para a adaptação do paciente! Nesse momento, você precisa pensar que quanto melhor for a recuperação, mais motivado o paciente ficará — e com isso ele terá mais vontade de cumprir com todas as instruções do fonoaudiólogo, pois perceberá a eficiência dos resultados.

AGENDA UM TESTE GRATUITO

E ganhe 10% de desconto nos aparelhos auditivos!